terça-feira, 16 de janeiro de 2018

10 Maneiras Simples De Cuidarmos De Nós Em 2018

Olá pessoas!
Vamos ser honestos, a vida é uma balbúrdia. Temos tanto para fazer, tanto que queremos fazer e tanto mais que ainda estará por vir. A vida não é fácil para ninguém. Escola, emprego, família, amigos. Passamos tanto tempo a preocupar-nos com essas coisas e acabamos por nos esquecer de nós. Estamos tão focados em ser produtivos, em fazer mais, em passar tempo com as pessoas mais próximas de nós, e não há nada de errado com isto! Apenas quando chega ao ponto em que já não é saudável para nós, quando chega ao ponto em que pensamos tanto noutras coisas e noutras pessoas, que nos esquecemos de nós mesmos. O ano passado eu fiz tudo pela produtividade e tanta vezes que falei dela aqui no blog, mas este ano quero focar-me no meu bem estar. Quero continuar a ser produtiva, até porque me sinto bem, mas não aos níveis em que o estava a fazer. Cheguei ao ponto em que tanto física, mas especialmente psicologicamente, estava exausta e isso começou a fazer mossa em vários aspetos da minha vida. Notas a baixar, já não estava a gostar tanto do meu conteúdo e muito menos da quantidade de conteúdo que vos trazia, já não tinha energia ou vontade para sair de casa sequer.
Isto porque lentamente me esqueci de mim e daquilo que realmente preciso.
Por isso, 2018 vai ser sobre mim. Eu vou cuidar mais de mim e ter em mais atenção os sinais que o meu corpo me dá, e gostava que, mais uma vez, vocês se juntassem a esta jornada de pequenas mudanças comigo. Quero começar com pequenos passos que vou partilhar hoje convosco. Maneiras simples de cuidarmos de nós mesmos neste novo ano, mas que tenho a certeza que a longo prazo, estes hábitos vão refletir-se. Espero que gostem e que vos seja útil, mas principalmente que adotem também alguns destes hábitos, nem que seja um, e que cuidem de vocês mesmos este ano, mesmo que seja por cinco minutos ao dia, faz uma grande diferença!


1- A primeira, eu sou mesmo muito culpada de fazer isto. Acho que somos todos um bocadinho. É natural o ser humano ser severo com ele mesmo, mais do que é com os outros à sua volta. Isto é péssimo para nós e para a nossa saúde mental. Constantemente a não atingir as nossas próprias expetativas e começamos a pensar que há algo de errado connosco. Não há nada de errado, apenas somos demasiado rigorosos para connosco mesmos e não somos capazes de nos perdoar a nós próprios por isso. Está na altura de parar esta atitude negativa, lembrem-se que vocês também são humanos e têm os vossos limites. Não há razão para ser tão severo, perdoa-te como irias perdoar outra pessoa qualquer na mesma situação.


2- Por vezes, estamos tão ocupados com tudo o resto que nos esquecemos das nossas necessidades mais básicas, como beber água. São inúmeras as vezes em que já referi isto no blog, mas é tão importante e nunca é demais relembrar! Beber a quantidade certa de água todos os dias é vital, tem inúmeros benefícios, assim como grandes consequências quando não é ingerida propriamente, especialmente na nossa pele, na energia que temos ao longo do dia e saúde em geral. Eu já escrevi um post sobre os motivos para beber mais água diariamente e outro sobre com dicas em como podem começar a ingerir mais líquidos. Se precisarem de alguma ajuda, podem espreitar ambos, espero que vos dê algum auxílio! Criar o hábito de beber água é fundamental à nossa saúde. Eu sei disso porque em tempos também não bebia água de todo e, agora que mudei esse hábito, noto as diferenças.


3- Assim como beber água, comer três refeições ao dia é igualmente necessário. Vi em primeira mão, assim como passei pela experiência. Entrei na faculdade e vi a realidade, que muitos alunos negligenciam e saltam refeições. Tantas vezes que oiço "Hoje não tomei o pequeno-almoço.", "Não tenho fome, acho que não vou almoçar agora, não me apetece.". Aconteceu-me a mim por mero acidente, esquecer.me totalmente de almoçar, porque estava demasiado ocupada a estudar e a preocupar-me com o teste que ia ter no dia a seguir. Nem sequer senti fome ou a necessidade de comer durante horas a fio, comi qualquer coisa quando cheguei a casa, porque me senti mal por não ter almoçado. Foi quando fui enfrentada com esta realidade e decidi pôr um travão neste estilo de vida que comecei a ter sem me aperceber, e penso que tu, que estás a ler isto, devias fazer o mesmo. Por favor, não saltem refeições, porque "estão demasiados ocupados". Se for preciso almocem às quatro da tarde. Who cares? Não seriam os primeiros, nem serão os últimos. Não negligenciem as vossas refeições e lembrem-se, três refeições ao dia, sem falha, sem desculpas, até porque não existe desculpa possível para o fazer. Se não tiverem fome ou melhor, acharem que não têm fome, comam na mesma, porque parece que não, mas esse consumo de nutrientes muda o vosso humor, a vossa energia, faz toda a diferença!


4- Vamos ser sinceros, quantas vezes ao ano temos um verdadeiro dia de spa? Sabemos que é importante fazê-lo, pois é a melhor maneira de nos focarmos em nós e realmente tratarmos do nosso corpo, assim como é bastante relaxante, mas qual a verdadeira frequência com que o fazemos? Praticamente ninguém tem a possibilidade de gastar um dia à semana com banhos relaxantes, manicuras, máscaras faciais e séries. Todavia, penso que qualquer pessoa pode tirar meia hora do seu dia para cuidar de si. Guardem os dias de spa para quando tiverem verdadeiramente tempo, em vez disso, a minha sugestão seria fazer uma pequena coisa todos os dias, apenas para garantir que não nos esquecemos de nós. Por exemplo, num dia fazem uma manicura, noutro uma máscara facial, noutro fazem um banho de espuma, no fim de semana fazem uma maratona da vossa série preferida. Utilizar o vosso hidratante para o corpo favorito (ultimamente tenho andado descuidada com a minha pele), retirar a maquilhagem, estas são pequenas coisas que podem facilmente fazer todos os dias e que nunca deviam faltar! Para além que dedicar um pouco do vosso dia para vocês mesmos, em vez de um dia inteiro por semana faz-nos sentir menos culpados por "desperdiçar" um dia em que basicamente não fizemos nada de produtivo. A verdade é que tratar-mos de nós é essencial para sequer conseguirmos ser produtivos em primeiro lugar, mas aquela culpa acaba sempre por pairar.


5- Talvez esteja a falar por mim, mas escrever torna-se tão terapêutico. Acho que se nunca tivesse criado este blog, nunca me teria apercebido verdadeiramente disso. Sempre gostei de escrever, encontrei prazer a fazê-lo, mas nunca me tinha apercebido que é uma verdadeira terapia. Não estou a dizer para criarem um blog, isto se não o tiverem já feito, se já o fizeram provavelmente percebem o que eu quero dizer. Senão, porque não escrever um diário? Talvez soe cliché, mas nem tem que ser um diário, pode ser um caderno aleatório em que vocês escrevem esporadicamente. Eu sei que posso escrever por horas e não me cansar, especialmente se for sobre assuntos que eu realmente adore, quando são ensaios para a faculdade, o prazer já não é lá muito. Se estiver a escrever, estou feliz. Por isso mesmo é que quero fazê-lo com mais frequência este ano. Faz-me bem. É uma necessidade minha para a qual tenho pouco tempo e não me dedico tanto como em tempos, mas quero mudar isso e quero organizar-me de maneira a conseguir equilibrar a faculdade e o blog de uma maneira diferente, de maneira em que não tenha de sacrificar o que gosto de fazer tanto quanto os últimos seis meses.
Talvez não encontrem a mesma alegria e prazer em escrever como eu, mas acho que não custa nada tentar.


6- Mesmo quando o tempo parece escasso, nunca se esqueçam de alimentar as vossas paixões. Como disse no ponto anterior, negligenciei demasiado o blog durante este último semestre e não quero que isso aconteça. Sabia que tinha a faculdade como primeira prioridade, eu sabia que tinha feito essa escolha, mas podia ter feito mais, muito mais. Eu olho para trás e vejo isso. Com uma melhor organização, podia ter trazido mais conteúdo ao blog, podia ter feito muito mais, mas eu mentalizei-me que não tinha opção de escolha, mas a verdade é que sempre tive. Este blog é uma paixão, onde partilho as minhas outras paixões e quero este ano fazer mais por ele e dar-lhe mais atenção. Não deixem as vossas paixões morrer pela obrigação que sentem a cumprir o vosso dever. É um grande erro e vão acabar por se arrepender de o terem feito. Encontrem o balanço entre os dois, paixão e dever, e trabalhem para não terem que negligenciar nem um nem o outro, porque ambos têm a sua importância e peso nas nossas vidas. Seja o que for, guardem sempre tempo para alimentar essa paixão dentro de vocês.


7- Sentirmo-nos confiantes diariamente é bastante importante, especialmente para a nossa saúde mental e auto-confiança e até estado de espírito! Quando nos sentimos confiantes na nossa pele, estamos mais próximos de ter um dia produtivo, porque ao sentirmo-nos confiantes automaticamente temos mais motivação para fazer mais. Seja o que for que seja preciso, maquilhagem, vestirem-se de uma certa maneira, exercício, o que quer seja que vos faça sentir confiante, tenham a certeza que o estão a fazer diariamente. Isto é ótimo para a vossa auto-estima, se estivermos a ser lógicos, quando nos sentimos confiantes, temos mais motivação e vontade de conquistar, por outro lado, se não nos sentimos bem com a nossa aparência no momento, o mais provável que aconteça é que a motivação para o que quer que seja, desapareça. Por isso, por mais insignificante e pequena que seja, o que for preciso fazer para vos fazer sentir bem na vossa pele, façam-no diariamente.


8- É bastante comum ver bloggers sem motivação, já têm o blog há tanto tempo que começam a perder a criatividade para trazer novo conteúdo, ou que simplesmente se sentem cada vez mais desmotivadas a cada post que escrevem. Procuram mil e uma maneiras desesperadas de encontrar alguma motivação, algo que lhes traga a garra que uma vez tiveram. Eu sei, porque eu passei por isso. Foi numa altura em que tinha imenso tempo disponível para o blog, escrevi posts como se não houvesse amanhã. Tanto fiz, que esgotei tudo o que tinha. Cheguei ao ponto de já não saber o que escrever a seguir, estava seca de novas ideias, e sem vontade para o fazer. Esse foi o maior problema, a falta de vontade. O que é que eu fiz para sair desta fase? Fiz uma pausa. Pus o blog de lado por uns tempos para poder pensar e refletir no que queria. Foi por tempo indeterminado, apenas voltei quando sabia que estava pronta para o fazer. Quando comecei a sentir a falta do blog e de tudo o que traz a blogosfera, quando já tinha uma lista de novos posts, com novas ideias, foi quando soube que queria voltar. Por vezes é tudo isso que precisamos, de uma pausa. Até mesmo das coisas que mais adoramos fazer. Tempo para refletirmos no que queremos fazer a seguir e dar-nos o espaço necessário para começar a sentir a falta do que nos estamos a separar. Se isso nunca acontecer, talvez precisem de começar a questionar se vale a pena seguir em frente.


9- Façam um favor ao vosso futuro 'eu' e mantenham uma agenda organizada. Termos a certeza que temos todos os eventos futuros sob controle, quer sejam testes, trabalhos, o que for. Ter a noção que temos tudo organizado concede um estado de espírito a que eu gosto de chamar "paz de alma". Saber que tenho tudo planeado na agenda evita stresses de última hora e evita ansiedade. Isto acaba por rodear o bem estar da nossa saúde mental. Os meses que passei sem uma agenda e que andei a apontar coisas em diferentes cadernos e em diferentes dispositivos, andava sempre com receio de me esquecer de algo ou que alguma coisa me passasse ao lado. Por isso, assim que souberem de uma data importante, um teste, um evento, anotem imediatamente na vossa agenda para impedir o tão indesejável stress. O vosso 'eu' futuro também agradece!


10- No meio de trabalho, blog, amigos, escola, lembrem-se de reservar algum do vosso tempo para os vossos hobbies, para fazer coisas que vocês mais adoram. Talvez não consigam fazê-lo todos os dias, mas o mais regularmente possível, sempre que tiverem uma brecha na vossa agenda, façam questão de passar esse espaço de tempo a fazer o que mais gostam. Desporto, ler, séries. O que quer que seja. Fazer pequenas coisas que nos façam felizes, não apenas altera o nosso estado de espírito, como também nos alimenta de motivação e, acreditem ou não, até aumenta a nossa criatividade. Agora isso também vai depender do hobbie em questão. Mesmo nas semanas em que parece que têm uma agenda cheia, tenham a certeza que abrem um espaço para este género de atividades. São estas que nos enchem de energia e que nos fazem mais felizes, por isso devem ser mantidas numa alta posição na nossa lista de prioridades.


Aqui estão elas, maneiras simples, e que são facilmente encaixadas na nossa rotina, de cuidarmos de nós mesmos. Espero que tenham verdadeiramente gostado e que vos tenha sido algo útil e que vos traga alguma motivação.
Espero também que não vos pareça egoísta esta atitude de querer cuidar de mim este ano. Não é que eu vá começar a desleixar-me com tudo, porque eu sou o centro do universo. Nada disso vai acontecer. Apenas vou começar a ser menos rígida com a minha pessoa. Sim, a minha produtividade estava no seu auge. Sim, eu conseguia manter tudo isto balançado com um estilo de vida saudável, mas isso não durou muito. Começou tudo a sair fora do meu controlo, deixou de ser saudável para começar a fazer vários sacrifícios que eu nunca quis fazer em primeiro lugar. Quando comecei a saltar refeições por estar distraída com outras coisas foi quando soube que isto tinha que parar e foi o que fiz. Olhei à minha volta e vi que estava tudo a correr mal, em termos de notas, em termos  de blog e youtube, em termos de relações com amigos e família. A minha produtividade começou a não render nada, fazia muito, mas a verdade, não fazia nada. Para além da constante falta de energia, perdi muita motivação ao longo do último semestre que só estou a recuperar agora. Foi preciso uma semana de cama doente para perceber a realidade da situação. Não estava a aguentar aquele ritmo, estava fora dos meus limites. Os últimos seis meses pesaram-me como se tivessem sido seis anos.
Eu quero continuar a fazer mais e melhor, esse sempre foi o meu principal objetivo para tudo o que faço, mas desta vez com cuidado. Não vou ignorar o que o meu corpo me diz, nem vou negligenciar nenhuma das minhas necessidades. Eu sou o centro do meu bem estar, se eu não estou bem, nada do que eu faça pode possivelmente estar bem. Por estas razões, este ano enquanto estou a tentar conquistar todos os meus objetivos, vou também cuidar de mim e ter a certeza que eu estou bem e na mentalidade certa para continuar.
Espero que vocês façam o mesmo, lembrem-se que antes de tudo o resto, está a vossa saúde e o vosso bem estar e que é essa a nossa necessidade primária e não deve ser ignorada.
Até à próxima!

20 comentários:

  1. Nossa quanta dica boa que tens ai , tenho de ver se sigo algumas delas visto que não faço
    Beijinhos
    Novo post ( Unha Decorada ) // CantinhoDaSofia /Facebook /Intagram
    Tem post novos todos os dias

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico feliz que tenhas gostado! Sim, recomendo imenso faz uma grande diferença na nossa mentalidade a longo prazo. :)
      Beijinhos

      Eliminar
  2. Olá Mariana! Gostei das tuas dicas. Todos devemos tentar fazer. Obrigada pela tua visita o meu blog. Beijo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá! Ainda bem que gostaste e dou-te toda a razão. Todos devíamos cuidar melhor de nós mesmos. :)
      De nada :D
      Beijinhos

      Eliminar
  3. Adorei suas dicas!
    Uma coisa que eu preciso colocar em prática, é fazer agenda da semana e cumprir, ou pelo menos me esforçar ao máximo.
    Beijinhos
    Blog Jana Nogueira
    Youtube
    Instagram Jana Nogueira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que gostaste! :D
      Sim, acontece bastante. Começamos a utilizar uma agenda com aquela hype toda de sermos organizados, mas depois começamos a utilizar cada vez menos, até que entra completamente em desuso.
      Vamos tentar que resulte melhor desta vez, haha.
      Beijinhos

      Eliminar
  4. Gostei imenso do post! Excelentes dicas, concordo com tudo o que disseste :D

    Beijinhos,
    BLOG DEZASSETE

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico muito feliz que tenhas realmente gostado!
      Beijinhos

      Eliminar
  5. A vida hoje em dia está cada vez mais stressante precisamente por tudo o que ela envolve (amigos, familia, escola, trabalho, diversão..) às vezes queremos fazer tanto em apenas 24h que acabamos por ter esse desgaste físico e emocional!

    Também já passei por aí e neste momento estou também a tentar ser alguém mais concentrada em mim. Definir prioridades sim, ser produtiva sim, mas também ter tempo para mim mesma, para atender às minhas necessidades e ao que gosto de fazer para me sentir bem!

    Foi um ótimo post, identifiquei-me em praticamente tudo, mas motivaste-me ainda mais para fazer o que é melhor para mim e não tentar ser a 'super girl' e fazer milhares de coisas por dia!

    Beijinhos! Where I Belong

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, por vezes parece que 24h ao dia não chega para tudo e torna-se bastante frustrante. Como queremos fazer tudo, acabamos por nos esquecer de nós próprios.
      Fazes bem! É bastante importante termos em atenção todas as nossas necessidades ao mesmo tempo que mantemos essa produtividade a vibrar. :)
      Fico mesmo feliz que tenhas gostado e identificado, por vezes achamos que somos as únicas numa certa situação, mas saber que existem mais pessoas como nós é quase um alívio, haha.
      Muita força, lembra-te de não seres demasiado exigente contigo mesma. :D
      Beijinhos

      Eliminar
  6. , obrigado pela visita.
    Blog:https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderEliminar
  7. Dicas maravilhosas amei a postagem, obrigado pela visita.
    Blog:https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderEliminar
  8. Adorei a tua listinha de desejo e confesso que tenho alguns em comum.

    All We Need Is... | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico feliz que tenhas gostado! Espero que os consigas realizar a todos. :)

      Eliminar
  9. Excelentes dicas, adorei!
    O equilibrio entre as tarefas e a produtividade (como dizes, ter uma agenda é essencial), e o bem estar, o lazer, o cuidar de nós.
    Pode parecer difícil mas tudo se consegue. Dependendo da vida de cada um, é organização.

    Excelente post.

    beijinhos

    Cláudia - Mulher XL
    www.mulherxl.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acaba por ser uma questão de organização, por isso uma agenda ser tão necessária! Encontrar esse equilíbrio é bastante importante, mesmo quando a produtividade parece ser mais apelativa, temos que nos lembrar que o nosso bem estar também precisa de atenção diária!
      Fico tão feliz que tenhas realmente gostado, espero que te sintas mais motivada, haha.
      Beijinhos

      Eliminar