sábado, 25 de abril de 2015

Amigos

Hoje venho falar de uma coisa mais séria e delicada. Hoje venho falar de amizade, que para mim era algo que eu pensava que nunca iria receber  de ninguém. Foi uma  fase da minha vida que nunca falei com ninguém, nem mesmo os meus pais sabem que eu passei por isto, mas hoje decidi partilhar convosco e, quem sabe, ajudar alguns de vocês que estão na mesma situação, mesmo que o meu blog ainda seja muito pequeno, eu gostava de chegar a alguém e poder ajudar alguém.
Até há bem pouco tempo tinha um problema em que eu pensava que amigos era algo que eu não tinha, eu apenas tinha pessoas que andavam comigo apenas, porque eram quase que obrigadas a isso.Este pensamento assombrava-me. Era horrível olhar para as pessoas que me rodeavam e pensar, 'Eles não me querem aqui'. Eu pensava nisso, sonhava com isso e chorava por isso, por alguma razão eu desenvolvi este pensamento e assombro-me durante anos.
Eu penso que esta 'assombração' tenha sido derivada a vários problemas que tive com quem eu pensava que eram mesmos meus amigos e, no final, desiludi-me. Isso afetou-me tanto que comecei a pensar que todos faziam o mesmo, que estavam comigo, mas que odiavam, que queriam que eu desaparecesse... E andei assim durante alguns anos. Eu era mesmo muito nova e acho que, ser tão nova e já pensar daquela maneira, é mesmo horrível. Eu não sabia o que fazer, em quem confiar, o que dizer, para onde ir. Estava perdida no meio daquela gente a quem eu chamava "colegas de turma e nada mais".
Mas recentemente, eu apercebi-me do contrário. Eu olhei à minha volta, raciocinei e conjuguei várias memórias até me aperceber que, eu tenho amigos. Amigos a sério que se preocupam tanto comigo, como eu com eles. Falam comigo diariamente, sempre com um sorriso na cara, brincam comigo, mandam-me mensagens quando estou 20 minutos atrasada para as aulas para saberem onde estou, querem que eu esteja com eles, abraçam-me, falam comigo sobre os seus problemas, sentem saudades minhas, confiam em mim. E assim apercebi-me que, na realidade, tenho amigos. Tenho pessoas que realmente se preocupam comigo e o meu bem estar, assim como eu me preocupo com eles e é o meu sentimento do mundo.

Eu estaria a mentir neste momento se dissesse que não estou a chorar, mas na verdade estou e é de felicidade. E o que eu quero é que, se vocês estiverem a passar por algo idêntico, por favor, olhem à vossa volta, pensem em tudo o que já passaram com as pessoas que estão sempre contigo, pensa em todas as pequenas coisas e vais ver que tu tens amigos, mesmo sendo elas as pessoas mais improváveis, elas estão lá para ti. Tu apenas não as vês, porque estás afundada num mar de pensamentos obscuros e horríveis, mas liberta-te deles! Eu sei que é difícil, mas tu és mesmo capaz de o fazer, apenas confia não só em ti, mas nas pessoas que te acompanham.

Sem comentários:

Enviar um comentário